Os grandes vilões do envelhecimento cutâneo

Post 31-05-16

O sonho moderno de se ter uma pele sempre linda e jovem alimenta uma demanda constante. E esta tem sido a força motriz dos constantes avanços na Medicina, que nos oferece uma gama cada vez maior de alternativas em tratamentos.

Mas você, na sua rotina, também pode fazer muito pela sua pele, retardando o aparecimento dos sinais da idade.

Post 31-05-16a

Fonte: http://www.alemdabeleza.com.br/Secoes/Prevencao/Os-grandes-viloes.aspx

Água Termal

Amanhã, 22 de março, é o Dia Mundial da Água.
Que tal falarmos sobre os benefícios da água termal para a pele? Já ouviu falar de água termal?

Não é frescura – basta usar para ver a diferença. Enriquecido com minerais em altas concentrações, o produto marca presença na nécessaire de muitas famosas.

Efeitos da água termal:

  • Limpa, acalma e hidrata a pele.
  • Alimenta a pele e dá uma sensação de frescor.
  • Por ser rica em sais minerais e oligoelementos, como zinco, cálcio, magnésio, ferro, selênio, possui ação anti-inflamatória, cicatrizante e ajuda a combater os radicais livres gerados pela poluição, cigarro e raios solares.
  • Auxilia na recuperação da pele após procedimentos como laser, depilação, limpeza de pele e até uso excessivo de maquiagem ou exposição solar, por suas propriedades cicatrizantes.
  • Pode ser usada para refrescar a pele quando estiver na praia, onde temos a perda de água e sais minerais pela transpiração.
  • Em especial mantendo-a na geladeira, ela vai dar uma sensação calmante e refrescante, além de diminuir os poros.
  • Para quem passa muito tempo em ambientes com ar condicionado, também é uma ótima alternativa de hidratação, e não deixa aspecto oleoso.
  • Rica em antioxidantes, como hidratante cutâneo com efeito antienvelhecimento.
  • Com propriedades calmantes e anti-inflamatória, pode ajudar quando a pele está avermelhada, inflamada e com prurido.

Como usar?

Sem restrições, a água termal pode ser usada em qualquer tipo de pele e várias vezes ao dia.
Não há substitutos naturais que tenham as mesmas propriedades. Soro fisiológico e ótimo limpeza de pele, mas não substitui a água termal, pois não contém a mesma formulação. As águas termais podem variar na composição, mas são similares em resultados.

InShot (22)

Fontes: http://www.denisesteiner.com.br/faqs/aquaporinas.htm; http://ego.globo.com/beleza/noticia/2014/01/veja-os-beneficios-para-pele-da-agua-termal-queridinha-das-famosas.html

Preenchimento Cutâneo

Slide11

O preenchimento cutâneo é um procedimento estético minimamente invasivo que pode ser realizado na face, pescoço, mãos entre outras regiões. Pode melhorar contornos e reduzir a profundidade de rugas.

Quando é válido?

  • Linhas profundas na testa e ao redor dos olhos, sobrancelhas e boca, incl. o conhecido “bigode chinês” (linhas nasolabiais);
  • Para alterar contorno de mandíbulas e lábios;
  • Para aumentar volume malar (bochechas);
  • Para reduzir profundidade de cicatrizes ou depressões na pele (por ex. por consequência de acne, lesão ou imperfeições congênitas);
  • Preferência por procedimentos de rejuvenescimento menos invasivos.

Prós

  • Procedimento rápido e descomplicado, realizado com anestésico tópico;
  • Resultados (quase) imediatos;
  • Não há necessidade de se ausentar de atividades diárias;
  • Resultados mais “sutis”.

Contras

  • Os resultados são temporários e requerem repetição de tempos em tempos.
  • Pessoas mais sensíveis podem reagir com edemas (inchaço) e hematomas (manchas roxas).

Tipos de preenchedor

  1. Preenchedores temporários:
    • Preenchedores à base de colágeno: perderam espaço após a chegada do ácido hialurônico.
    • Ácido hialurônico: promove volume e estimula a produção de colágeno. Dura normalmente de 6 a 12 meses. Mas há diferentes composições de produtos, algumas com maior durabilidade. Além disso, a duração também varia individualmente.
    • Hidroxiapatita de cálcio: sendo mais pesado e denso que o ácido hialurônico, é injetado num plano mais profundo, abaixo da pele. Dura em média de 12 a 18 meses.
  2. Preenchedores semi-permanentes: substâncias mais espessas, de maior durabilidade, como o ácido poli-L-lático, usado para tratar linhas mais profundas. Dura em média de 12 a 18 meses.
  3. Preenchedores permanentes: polimetilmetacrilato (PMMA), formado por microesferas não absorvíveis pelo organismo. É recomendado uso restrito a áreas de pele mais espessa, como o “bigode chinês”. Para a pele fina ao redor dos olhos, por exemplo, não é indicado. Este preenchimento é normalmente visível mesmo 5 anos ou mais após a aplicação.
  4. Atenção para as injeções de silicone! Totalmente contraindicadas, rejeitadas por órgãos de saúde (FDA, ANVISA), representando risco para o indivíduo!

Atenção!
Hematomas demandam cuidado especial – precisando muita proteção contra radiação solar para não se transformarem em manchas escurecidas permanentes. Abuse do filtro solar (alto FPS – mínimo 50, reaplicando de 3 em 3 horas), use chapéu e óculos escuros.

 Fonte: ASAPS (American Society of Aesthetic Plastic Surgery) – http://www.smartbeautyguide.com/procedures/injectables/fillers

Colágeno

Slide10

Aproximadamente um terço da proteína de nosso corpo é colágeno. Ele tem função estrutural, protegendo outros tecidos menos resistentes e permitindo a sua conexão com o esqueleto ósseo. O colágeno tem inúmeros atributos: deixa a pele resistente e elástica, reforça tendões e ligamentos, sustenta os órgãos internos. Ossos e dentes são feitos pela adição de minerais à matriz de colágeno, e 75% da pele é colágeno. Cabelos e unhas também dependem do colágeno para manter uma estrutura saudável.

Nutrição – Fontes de colágeno

Colágeno é um produto de origem animal, extraído da pele, cartilagens e tendões de aves, suínos e bovinos. O colágeno hidrolisado que encontramos para comprar é composto por 90% de proteína, 2% de sais minerais, e 8% de água, é de fácil digestão e assimilação.

Existem nutrientes que ajudam o corpo a sintetizar e a preservar o colágeno. Alimentos ricos em lisina (laticínios, carnes, aves, peixes e frutos do mar, ovos, lentilha, tofu, quinoa e semente de abóbora), ômega-3 (peixes, chia, linhaça, nozes, castanhas e abacate), carotenoides (na sua condição de pró-vitamina A – frutas e vegetais de cor verde, vermelha, laranja e amarela, como cenoura, batata doce, melão, manga, etc.), enxofre (alho, cebola, azeitonas, couve-de-bruxelas, ovos, pepino e aipo), licopeno (tomate, melancia, goiaba, acerola, pimentão vermelho e beterraba) e vitamina C (frutas cítricas, vegetais folhosos de cor verde escura, pimenta vermelha, pimentão, goiaba, acerola, açaí, kiwi).

A suplementação alimentar com colágeno é usada para prevenir a degradação do colágeno corporal, processo caraterístico do envelhecimento. Depois dos 30 anos, o corpo costuma perder cerca de 1% de colágeno a cada ano. Além disso, com o passar dos anos, a tendência é que a produção do colágeno seja cada vez menor e aos 50 anos, o corpo costuma produzir somente 35% da proteína que costumava produzir durante a juventude.

Tratamentos estéticos para recompor o colágeno da pele

Lançado há relativamente pouco tempo no mercado, o Sculptra (ácido poli-lático), uma substância injetável na pele, estimula a produção de colágeno, melhorando a flacidez não só facial como também corporal – interessante por exemplo para a região das coxas, trazendo melhora no quadro da celulite.

Também o ácido hialurônico, preenchedor já consagrado no mercado, é um importante bioestimulador do colágeno. No post de amanhã, traremos mais informações sobre preenchimento cutâneo.

Outros tratamentos como laser fracionado CO2 também é interessante para estimular a recomposição do colágeno na pele.

Cada caso deve ser avaliado individualmente para definir quais as condutas mais indicadas.

Fontes: http://www.buscasaude.com.br/materias-nutrologia/colageno-liga-corpo/; http://www.hayaestetica.com.br/blog/apos-os-30-anos-o-colageno-e-essencial/; http://beleza.culturamix.com/dicas/como-repor-o-colageno-da-pele; http://www.esteticaperfeita.net/colageno-veja-com-ele-pode-te-ajudar/; http://www.sculptraaesthetic.com/

Esfoliação corporal

Os benefícios da esfoliação corporal

Slide14

Complementando o tema de ontem…

Uma esfoliação corporal recorre à mistura de uma substância granular com um creme e/ou óleo essencial que é literalmente esfregado em todo o corpo com o intuito de limpar, esfoliar e hidratar a pele. Como a base desta “receita” é um ou mais tipos de sal, a sua aplicação ao corpo, com suaves técnicas de massagem, garante a remoção das células mortas/secas, o que devolve à pele a sua aparência natural, suave e lisa.

Principais benefícios:

  • Devolve à pele um aspecto saudável, que ao toque parece acetinado;
  • Contribui para a melhora da tonalidade natural e uniforme da pele;
  • Estimula a circulação sanguínea, podendo com isso auxiliar no tratamento contra a celulite;
  • Dependendo do princípio ativo (fitoterápico que compõe o esfoliante), pode estimular o metabolismo local, aumentando a capacidade e a eficiência do corpo no que toca à eliminação de toxinas.
  • Tal como uma massagem, também a esfoliação tem características relaxantes e/ou revigorantes, dependendo dos ingredientes e técnicas utilizadas.
  • Uma esfoliação corporal é ainda utilizada como preparação para outros tratamentos. A esfoliação prévia abre os poros e torna a pele mais receptiva, potenciando assim os efeitos do tratamento seguinte.

Lembre! Ao aplicar o esfoliante, não exagere na força para não ferir a pele, em especial se tiver a pele mais sensível. E não deixe de hidratar bem a pele após a esfoliação.

Fonte: http://viverspa.com/artigos/beneficios-esfoliacao-corporal

Esfoliação

Boa pedida para o fim de semana: Esfoliação

Slide13

A nossa pele sofre uma renovação celular natural ao longo dos dias. Nesse processo, as células mais velhas morrem e descamam, dando espaço a as células novas. Mas, quase nunca a descamação é uniforme, então a pele começa a ficar seca e opaca. Nessa hora, a esfoliação entra em jogo para retirar as células mortas que teimam em não sair quando deveriam.

Quando as células mortas são retiradas através da esfoliação, a pele fica mais lisa, macia e com brilho. Deixando só as células saudáveis “à mostra” também faz com que a penetração dos cremes de beleza, como hidratantes, seja potencializada.

Mas, para isso, é preciso saber esfoliar a pele corretamente.

Todos os tipos de pele podem fazer a esfoliação, mas as peles mistas e oleosas são as que mais se beneficiam, pois esse procedimento ajuda a controlar melhor o excesso de oleosidade.

O ideal é fazer uma esfoliação no máximo uma vez por semana. Durante o frio, quando a pele fica mais ressecada, o cuidado deve ser redobrado para não ferir a pele. Nesse caso, é melhor fazer de 15 em 15 dias e hidratar sempre logo após.

Nunca faça com força ou com esfoliantes caseiros muito grossos. A nossa pele é super delicada e isso pode causar ferimentos. A esfoliação só deixa a pele mais grossa se você exagerar na força. Nesse caso, a pele pode ficar áspera sim. Movimentos suaves e circulares são a receita para nada dar errado.

A escolha do produto deve ser feita de acordo com o nível de esfoliação que você deseja: quanto maior o poder de abrasão, mais o poder de esfoliação. Peles normais podem usar um esfoliante com poder de abrasão maior, mas peles sensíveis e que se machucam com facilidade devem optar por um esfoliante mais suave.

Fontes: http://desejosdebeleza.com/aprenda-esfoliar-o-rosto-da-forma-correta/; http://meubeautystudio.sephora.com.br/tudo-sobre-esfoliacao-da-pele/