Os benefícios da alcachofra para sua saúde

Slide8

A alcachofra pode ser cozida no vapor ou assada. Tudo se aproveita, incl. folhas e caule.

  1. É um diurético natural.
  2. É ótima fonte de fibras alimentares.
  3. Alcachofra é rica em antioxidantes, principalmente quercertina, rutina, antocianinas, cinarina, luteolina e silimarina. Ou seja, um maravilhoso aliado na batalha anti-envelhecimento.
  4. Em especial a cinarina aumenta o fluxo biliar, auxiliando na digestão.
  5. A cinarina e a silimarina são benéficas para o fígado, podem até mesmo auxiliar a regenerar o tecido hepático. Por isso, é também um excelente remédio no tratamento da ressaca.
  6. Por inibir a enzima HMG-CoA redutase, aumenta o bom colesterol (HDL) e baixa o mau colesterol (LDL).
  7. Por ser rica em flavonoides, pode reduzir o risco de câncer, em especial câncer de mama. Estudos comprovam que extrato da folha da alcachofra induz a apoptose (morte celular) e reduzir a proliferação celular em muitas formas de câncer, incluindo câncer de próstata, leucemia e câncer de mama.

Fonte: http://www.saudedica.com.br/os-8-beneficios-da-alcachofra-para-saude/

Bebidas alcoólicas & Ressaca

Slide7

Neste Carnaval, que haja muita alegria e exuberância. Mas ressaca… ninguém merece…

Algumas dicas do Dr. Wilson Rondó, especialista em Medicina Preventiva Molecular.

O melhor é sempre não abusar das bebidas alcoólicas, pois o álcool leva a várias reações negativas no organismo:

1 – Aumento de frequência urinária, levando à desidratação e perda de eletrólitos. Isso leva à sensação de cansaço e tonturas.

2 – Aumento de acetaldeido, proveniente da metabolização do álcool no fígado. O acetaldeido é 30 vezes mais tóxico que o próprio álcool. Quando você bebe muito, as enzimas do fígado não dão conta de metabolizar o álcool e o acetaldeido aumenta muito no seu corpo, causando os efeitos da ressaca.

3 – Bioprodutos da fermentação, mais presentes em bebidas escuras, como uísque e vinho tinto, podem piorar ainda mais a condição da ressaca.

4 – Alterações no metabolismo da glutamina podem levar a um chamado efeito rebote, que gera cansaço, ansiedade e até hipertensão arterial.

5 – Como o álcool irrita a mucosa gástrica, aumenta a produção de ácidos no estômago, promove náusea, vômito e dor abdominal.

6 – Alterações da glicemia, acarretando tremores, alteração de humor e cansaço.

7 –Vasodilatação, estimulando a dor de cabeça.

8 – O álcool estimula uma reação inflamatória, que pode levar a alteração de apetite, distúrbio de concentração e problema de memória.

Como prevenir?

Nutrientes importantes para o metabolismo do álcool são: vitaminas do complexo B (presentes por ex. em carnes magras, peixes, laticínios, ovos, hortaliças, folhas verdes escuras, amêndoas, abacate, banana, cereais), vitamina C (presente por ex. em frutas cítricas), magnésio (presente por ex. em castanhas, semente de abóbora, alcachofra), silimarina (principalmente alcachofra), N-Acetyl L-Cysteína (presente por ex. em laticínios, cereais integrais, castanhas, alho, brócolis, cebola roxa, couve-de-Bruxelas e, principalmente ovos).

Além disso, são importantes também: gengibre, curcumina (açafrão-da-terra, curry), óleo de coco, azeite de oliva.

É importante também:

  • manter-se hidratado;
  • alimentar-se antes e durante o consumo de bebidas;
  • repor eletrólitos no dia seguinte, consumindo bastante água de coco;
  • ficar fora de acetominofen, um analgésico que coloca muita carga no seu fígado;

ATENÇÃO! O álcool é uma neurotoxina que pode envenenar o seu cérebro e comprometer o seu equilíbrio hormonal, portanto use com moderação e aproveite bem todos os dias de folia!

ATENÇÃO, ATENÇÃO! Nossos pacientes se preparando para uma cirurgia e aqueles na primeira fase pós-cirúrgica, busquem evitar bebidas alcoólicas no geral!

Fonte: http://www.drrondo.com/ressaca-guia-para-prevenir/