Dieta da proteína

Post 23-05-16

Já badalada (mas também controversa) há bastante tempo, a dieta da proteína é uma luz no fim do túnel para quem quer enxugar gordura e não conseguiu sucesso com nenhum outro programa de emagrecimento.
Após anos estudando todas as variações das dietas de proteína, o expert em obesidade George L. Blackburn, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, deu seu aval a uma releitura da versão original do Dr. Atkins.

Argumentações da dieta são:

Carboidratos, proibidos na maioria das dietas proteicas, são o principal combustível de energia do organismo. Sem eles, o organismo entra em processo de cetose, consumindo estoques de gordura para gerar energia. Daí o emagrecimento. O problema são os efeitos colaterais típicos da versão original da dieta, radicalmente restritiva– desânimo, tontura e até lapsos de memória.

Outro princípio da dieta é o efeito termogênico do metabolismo das proteínas. Nosso organismo tem uma dificuldade 30% maior de processar proteínas em comparação com gorduras e carboidratos, aumentando o consumo energético para metaboliza-las.

Além disso, proteínas:

  • prolongam a sensação de saciedade,
  • dão firmeza à pele,
  • contribuem para a manutenção da massa magra (aumento de músculos, se a dieta for conciliada a exercícios regulares de força),
  • ou seja, evitam o efeito platô, em que a perda de peso estaciona depois de um tempo.

A nova versão da dieta, menos radical, a dieta das proteínas de alto valor biológico:

  • reduz a ingestão de carboidratos, ao invés de aboli-los,
  • limita o consumo de gorduras, ao invés de liberá-las,
  • restringe as proteínas a uma quantidade que não sobrecarregue os rins e não provoque efeitos colaterais, como queda de cabelo, anemia e desmaios, entre outros.

A dieta se subdivide em 3 fases:

Post 23-05-16a

Dentre os alimentos:

Post 23-05-16b

Dica: O aplicativo Atitude Boa Forma traz, entre outros, uma lista com 5000 alimentos e seus valores nutricionais.

Lembre-se que este conteúdo tem um intuito meramente informativo. Se você pretende iniciar um programa de emagrecimento restritivo, com meta de redução considerável de peso, você precisa de acompanhamento de profissionais capacitados – um nutricionista e um preparador físico. Pois seu organismo passará por provações, precisando de avaliações em períodos regulares, possivelmente de uma suplementação alimentar entre outras condutas a serem tomadas. Não coloque a sua saúde em hipótese alguma em risco!

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/dieta/boa-forma/a-nova-dieta-da-proteina-enxuga-7-quilos-em-14-dias

Postura – Elegância – Beleza

Elegância é a única beleza que nunca se esvai.”
(Audrey Hepburn, atriz e humanitária britânica, 1929 – 1993)

Post 22-05-16

Postura reúne elegância, saúde e beleza. A boa postura, além de emitir sinais não-verbais positivos para as pessoas com quem interagimos, beneficia coluna, músculos, articulações, respiração e digestão. Por isso, vale a pena tratar o tema com carinho.

Aqui algumas dicas para o nosso dia-a-dia:

👉 Ao caminhar deixe os braços soltos ao lado do corpo, não os balance demais. Evite passos largos, que mais parecem uma marcha. Levante os pés, nunca os arraste! Mantenha a cabeça erguida e olhando para frente. Somente quem está triste caminha cabisbaixo, isso passa uma imagem negativa.

👉 Uma má postura acentua a indesejável barriguinha. Busque manter os ombros retos, escápulas fechadas, costas eretas e o abdome contraído.

👉 Não projete seu corpo para frente como se estivesse carregando o mundo nas costas. Experimente “sorrir” com os ombros. Já reparou que quando falamos de costas eretas, todo mundo se observa e se endireita? Que você dar o bom exemplo?…

👉 Às vezes, o corpo já está tão condicionado à postura errada que a postura correta não só exige muito esforço como também deixa uma sensação corporal “estranha”! Mas lembre-se, se você acostumou comum jeito, também pode se condicionar para outro, se é por uma boa causa… 😉

Fontes: http://blogs.universal.org/cristianecardoso/pt/a-postura-da-mulher-elegante/; http://admiravelbeleza.blogspot.com.br/2014/06/a-postura-da-mulher-elegante.html

Coenzima Q10

Post 18-05-16

A Coenzima Q10 (coQ10 ou Ubiquinona) é de suma importância para diversos processos metabólicos, em especial no processo de geração de energia nas mitocôndrias (estruturas celulares) e no processo natural de antioxidação. Ela é produzida naturalmente no organismo, sendo principalmente no coração, fígado, cérebro, rins e pâncreas.
Os estudos demonstram que nossa produção endógena tende a diminuir com o passar dos anos, em média após os 30 anos. Portadores de doenças neurodegenerativas, cardiovasculares e câncer apresentam deficiência de coq10.
Alimentos ricos em coQ10 são carnes, aves, peixes, cereais, nozes e em algumas folhas verdes como espinafre e brócolis. Porém, a quantidade biodisponível nestes alimentos é insuficiente, sendo aconselhável sua suplementação. Dentre os benefícios da suplementação com Coenzima Q10:
✔️ Prevenção de doenças cardíacas e melhora de distúrbios cardiovasculares como a hipertensão, insuficiência cardíaca congestiva e suas consequências;
✔️ Fortalecimento do sistema imunológico;
✔️ Retardo do envelhecimento: Auxilia a regeneração da vitamina C e vitamina E (também potentes antioxidantes);
✔️ Auxílio das mitocôndrias: Melhorando o metabolismo energético do organismo, a coQ10 contribui para a saúde como um todo, prática esportiva, emagrecimento e prevenção de doenças neurodegenerativas.
✔️ Redução dos efeitos colaterais principalmente dos medicamentos utilizados em doenças cardíacas como as estatinas.
Entre outros…

Fonte: Repost de @drvictordimor, Instagram (Medicina Integrativa Longevidade e Performance Física)

Cigarro e Cirurgia Plástica não combinam!

Post 17-05-16

Entre as principais recomendações pré e pós-cirúrgicas para nossos pacientes está o item contraindicando o tabagismo.

O cigarro prejudica a cicatrização da pele após atos cirúrgicos. Pessoas que fumam até um maço de cigarro por dia têm 3 vezes mais chances de apresentar necrose (morte de tecido orgânico). Há ainda maior risco de gangrena (morte de tecido por falta de irrigação sanguínea) porque as substâncias tóxicas do cigarro provocam vasoconstrição (diminuição do diâmetro dos vasos sanguíneos, dificultando o suprimento das células com oxigênio e nutrientes). Sem falar que o fumo inibe a absorção da vitamina C pelo organismo.

Durante uma cirurgia que envolve o descolamento do tecido cutâneo (em especial um lifting facial), há uma natural diminuição da vascularização. Esta, se somada à vasoconstrição causada pela nicotina, compromete e retarda significativamente o processo de cicatrização após a cirurgia. O risco de infecção aumenta. Hematomas retraem mais lentamente. As cicatrizes podem ficar mais avermelhadas e salientes.

Além disso, há possibilidade de deiscência (abertura da sutura) e de a pele voltar a enrugar em razão da menor sustentação dos tecidos.

Sem esquecer que o fumo compromete o sistema respiratório e aumenta a secreção pulmonar, deixando o paciente mais suscetível a infecções, intercorrências referentes à anestesia, trombose e embolias.

Por fim, para regenerar completamente o tecido manipulado na cirurgia, o organismo precisa de grande quantidade de oxigênio. O monóxido de carbono contido no cigarro diminui a quantidade de oxigênio transportado ao sangue, intoxicando o organismo.

É recomendado que o paciente interrompa o fumo por pelo menos 30 dias antes e após a cirurgia. Entretanto, ideal mesmo é não fumar em nenhuma hipótese. ATENÇÃO! Não omita ou minta para o cirurgião sobre esse fato. Afinal, é sua vida, sua saúde que está em jogo.

Cigarro é veneno para a aparência…

Por fim, na nossa sociedade moderna, refém de padrões rígidos de beleza, a primeira vítima do tabagismo é a aparência do fumante, independente de qualquer ato cirúrgico. As células da pele, pior “nutridas”, têm seu metabolismo comprometido. Por consequência, a pele perde o viço e começa a envelhecer precocemente.

As coisas pioram quando cigarro e sol se unem. Pesquisas estimam que a pele das pessoas que tomam sol e fumam envelhece 10 vezes mais rápido do que a de quem não têm esses hábitos, já que a exposição solar, assim como a nicotina, destrói as fibras de colágeno e elastina, apressando o processo de envelhecimento.

Um estudo da Universidade de Ouio, na Finlândia, mostra que o organismo dos fumantes produz menos colágeno, apresentando por isso maior flacidez e mais rugas precoces.

DHEA – A Fonte da Juventude

Post 12-05-16

Hoje já inúmeros resultados de pesquisas reforçando os benefícios da suplementação ou reposição hormonal com DHEA, que tem ação antienvelhecimento sem oferecer riscos, quando bem indicado.

A de-hidro-epi-androsterona (DHEA) é produzida a partir do colesterol pela glândula suprarrenal, gônadas, tecido adiposo, cérebro e pele. É o precursor de hormônios sexuais masculinos (androstenediona, que por sua vez é precursora da testosterona) e femininos (estrogênio e estradiol). A conversão em hormônio feminino ou masculino depende do sexo e de outros fatores individuais.

Entre os 30 e os 40 anos de idade, a produção de cortisol (hormônio do estresse) na glândula suprarrenal começa a aumentar e a de DHEA, melatonina e GH (hormônio do crescimento), a diminuir. Assim, os níveis de DHEA no organismo, após atingirem um pico entre 20 e 25 anos, vão declinando progressivamente com o passar dos anos.

Post 12-05-16b
Imagem: http://www.life-enhancement.com/magazine/article/214-dhea-update

A DHEA traz inúmeros benefícios:

  • Aumento da massa muscular e diminuição da massa gordurosa (mais significativo em homens);
  • Aumento da força muscular (em ambos os sexos);
  • Previne e reverte a osteoporose;
  • Melhora do sistema imunológico;
  • Retarda o processo de envelhecimento, revertendo o efeito de aceleração do envelhecimento provocado pelo cortisol;
  • Melhora cognitiva;
  • Diminui o risco de doenças cardíacas;
  • Melhora o controle do açúcar no sangue, reduzindo o risco de diabetes;
  • Protege contra alguns tipos de câncer;
  • Estudos sobre a suplementação alimentar com DHEA em casos de depressão comprovam que o uso diário de 50mg de DHEA aumenta a sensação de bem-estar;
  • Tem efeito protetivo contra doenças degenerativas e inflamatórias ligadas ao envelhecimento, como o Alzheimer, síndrome da fadiga crônica, colesterol alto, obesidade entre outras.

Por isso a DHEA tem sido vista como “fonte da juventude” e é a querida do momento.

A dose diária remendada varia individualmente, dependendo da avaliação de cada caso. Reavaliações devem ser feitas no contexto de um acompanhamento médico.

⚠ ATENÇÃO! Todas as informações que compartilho com vocês têm um intuito meramente informativo. Nada substitui a consulta médica – contexto no qual seu caso específico é avaliado e uma conduta médica individualizada é definida. Todo uso de medicamento deve ser prescrito por um médico devidamente preparado – A correta definição do princípio ativo e da dose bem como o acompanhamento e adequação dos parâmetros com base em resultados de exames laboratoriais são imprescindíveis.

Gordura localizada no homem e na mulher

Post 10-05-16

Devido à constelação hormonal, homens e mulheres engordam de forma diferente.

Gordura tipo androide

Sob influência da testosterona, homens têm mais tendência a acumular gordura nas partes centrais e superiores do corpo, sobre o abdômen e o tórax. Devido à forma, esse tipo também é conhecido por “maçã”. Esse tipo de acúmulo de gordura é considerado perigoso, por estar associado ao aumento do risco de colesterol e triglicérides altos, hipertensão arterial, diabetes, aterosclerose e doenças do coração.

Gordura tipo ginoide

O acúmulo de gordura em mulheres, afetado pelo estrogênio, assume o formato de “pêra”, concentrando-se nas nádegas, coxas e quadris. Um excesso de peso ou mesmo a obesidade deste tipo é menos perigoso para a saúde do que o tipo androide. No entanto, o excesso de peso segue representando uma sobrecarga para os ossos e articulações, além de outros problemas.

De acordo com algumas teorias, o segredo para perder peso nas partes específicas para cada tipo físico, seria calibrar a alimentação com base nos picos hormonais ao longo do dia. Um exemplo é a proposta COM (dieta CronOrMorfo), projetada pelo Dr. Massimo Spattini, que faz uma abordagem integrada, levando em consideração a cronobiologia dos hormônios e a morfologia dos seres humanos. “Nascemos como somos, e nos tornamos aquilo que comemos, como nos movemos e como pensamos!”, diz o doutor Spattini. A influência que os hormônios sexuais têm na distribuição da gordura pode, em parte, ser controlada e modificada através da escolha de alimentos em termos de qualidade, quantidade e cronologia.

MULHER: a sugestão é a distribuição de refeições, ingerindo-se carboidratos mais na primeira parte do dia e proteínas principalmente à noite. Refeições devem sempre ser associadas ao consumo de frutas e verduras, pois estes alimentos são alcalinizantes, ou seja, favorecem a eliminação de líquidos excedentes, que nas mulheres tendem a se localizar na parte inferior do corpo.

HOMEM: a sugestão é exatamente o oposto – na primeira parte do dia (café da manhã e almoço) consumir proteínas, e à noite carboidratos. Isto porque a concentração de gordura na parte central do corpo se dá por causa da testosterona e do cortisol, hormônios considerados de ritmo circadiano, ou seja, tem sua concentração mais alta na parte da manhã e vai diminuindo no decurso do dia.

Estas são, naturalmente, informações básicas de um discurso muito mais complexo. Cada caso tem suas especificidades e deve ser avaliado detalhadamente.

A lipoaspiração pode tratar de forma localizada esses acúmulos de gordura, mas só a mudança consistente de hábitos permitirá que você mantenha os bons resultados da cirurgia a médio/longo prazo.

Fontes: https://www.greenme.com.br/alimentar-se/alimentacao/1000-e-possivel-perder-gordura-somente-nas-partes-que-queremos; https://ideianutri.com/2015/06/07/distribuicao-de-gordura-corporal-corpo-em-for/

Auto-sabotagem

Post 28

Você se auto-sabota na dieta?…

De deslize em deslize, a contagem de calorias entra em crise e o ponteiro da balança continua, no mínimo, onde estava: lá no alto. Não é preciso contar caloria obsessivamente, mas especialmente nos dez primeiros dias de dieta é importante ficar atento(a). Depois, o organismo se adapta e os resultados positivos estimulam a manter o foco.
A maioria das pessoas tem uma rotina maluca, excesso de trabalho, pressa e preocupações. Tudo isso gera tristeza, ansiedade e depressão – sentimentos que fazem você canalizar o prazer para a comida. Por isso é necessário saber administrar a ansiedade. Alimentos ricos em vitaminas e minerais também são importantes para o equilíbrio emocional, facilitando o controle das calorias.
Aqui algumas dicas:

  1. Comer e ver TV

A TV distrai e a pessoa nem percebe o que e quanto come. Não esqueça que também os eletrônicos (sim, o celular está nessa lista) têm efeito hipnótico, potencialmente provoca excessos na ingestão de alimentos hipercalóricos.

  1. De olho nas saladas

É preciso saber escolher molhos e ingredientes. Algumas armadilhas hipercalóricas são: nozes, batata palha ou frita, croûtons, queijos, molhos gordurosos entre outros. Fuja d o que é excessivamente gorduroso.

  1. Espere ficar pronto

Quem tem o hábito de ficar experimentando tudo o que está cozinhando corre o risco de consumir cerca de 300 calorias antes da refeição!

  1. Devagar com os doces light

A solução, mesmo no caso de um doce menos calórico, é consumir com moderação. ATENÇÃO! Uma pesquisa da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, mostrou que as pessoas tendem a consumir porções até 40% maiores quando veem o slogan “baixo teor de gordura”.

  1. Líquido conta

As bebidas também têm calorias. Em especial bebidas alcoólicas são bastante calóricas: um copo (250 ml) de caipirinha tem 260 calorias; o de cerveja, 150 calorias; coquetéis que usam xaropes açucarados passam facilmente das 500 calorias.
Vale lembrar também que consumir muito líquido junto às refeições dilui os sucos gástricos e prejudica a absorção dos nutrientes. A solução: beba líquido meia hora antes ou depois da refeição.

 

Fonte: http://m.mdemulher.abril.com.br/dieta/boa-forma/acabe-ja-com-a-autossabotagem-na-dieta

Medicina Baseada em Evidências

Post 27

Já ouviu falar de Medicina Baseada em Evidências?

A Medicina Baseada em Evidências (MBE) é um movimento médico que se baseia na aplicação do método científico a toda a prática médica. Evidências significam, aqui, provas científicas.

Ela luta para que todos os médicos, em suas decisões, façam uso responsável, explícito e criterioso da melhor evidência atual (ou seja, comprovação científica que dê respaldo à conduta clínica adotada).

A prática da MBE implica não somente conhecimento e experiência clínicas, mas também “expertise” em procurar, encontrar, interpretar e aplicar os resultados de estudos científicos aos problemas individuais de seus pacientes. Implica ainda saber como calcular e comunicar os riscos e os benefícios dos diferentes cursos de ação aos seus pacientes.

Aí me perguntam se precisamos de MBE na Cirurgia Plástica. ABSOLUTAMENTE SIM!

Os procedimentos, em especial na Cirurgia Plástica Estética, são eletivos. A indicação para um procedimento não é a cura de uma chaga, mas sim o aprimoramento de uma característica física. Saber o que se faz, por que se faz, como se faz, em que isso implica, ao que atentar-se, focando sempre na preservação da integridade da saúde do paciente deve sempre ser regra de ouro.

E, por isso, um profissional nunca deve descansar. Estudar, aprimorar-se, reciclar-se e seguir sempre crescendo devem ser como escovar os dentes – uma prática diária natural!

Pois a VIDA é o bem valiosíssimo, devendo sempre ser tratado como tal!

Fontes: Wikipedia; Medicina Baseada em Evidências

Algumas dicas para controlar o apetite

Post 26

Para muitos pacientes que se submetem a uma lipoaspiração é difícil manter a médio/longo prazo os bons resultados. Manter fiel a um programa equilibrado de alimentação, para muitos, não é uma tarefa fácil… Mas será que você está se “auto-sabotando”?…

Aqui algumas dicas para driblar essas armadilhas:

  1. Cevada:
    Mesmo sendo um carboidrato, uma pesquisa da Universidade de Lund, na Suécia, descobriu que a cevada segura o apetite, também reduz os níveis de açúcar no sangue e acelera o metabolismo por até 14 horas após a refeição. Os cientistas sugerem que o alimento seja usado em saladas e sopas.
  2. Pimenta vermelha:
    Pesquisadores da Universidade Purdue, nos Estados Unidos, descobriram que a pimenta vermelha pode reduzir o apetite e aumentar a queima de calorias, pois tem ação termogênica. Apenas ½ colher de chá já garante um metabolismo acelerado. Mas, atenção estômagos mais sensíveis: SEM EXAGEROS!
  3. Carnes magras:
    Sendo boa fonte de proteína magra, carnes magras, como alcatra, patinho ou frango, são ótimas para aumentar a sensação de saciedade. Alternativas para veganos podem ser leguminosas proteicas, como lentilha, feijão e grão-de-bico.
  4. Amêndoas:
    Estudos indicam que essas castanhas auxiliam na perda de peso, pois são ricas em gorduras monoinsaturadas, responsáveis por manter o nível de açúcar no sangue estável e ativar o metabolismo da queima de gorduras. Além disso, amêndoas são ricas em proteína, substância que aumenta a sensação de saciedade.
  5. Salmão:
    Rico em proteínas e ômega-3, uma gordura que ajuda na recuperação da massa muscular. Tem também ação anti-inflamatória. Ideal é consumir 3 vezes por semana, preparando em baixa temperatura e evitando cozinhar demais.

 

Fonte: http://mdemulher.abril.com.br/dieta/boa-forma/5-alimentos-que-podem-diminuir-o-seu-apetite

Resveratrol

Post 16

O resveratrol é uma substância encontrada principalmente nas sementes e na película das uvas pretas, no vinho tinto, bem como, segundo pesquisa da PUCRS, na raiz de uma hortaliça chamada azeda.

👍 Ele pertence ao grupo dos polifenois, substâncias conhecidas por suas propriedades antioxidantes, ou seja, aquelas que inibem a formação de radicais livres.

👍 O resveratrol age estimulando a atividade de uma proteína chamada SIRT1 (sirtuína 1), que regula a função e o desempenho das mitocôndrias, os “geradores de energia” das nossas células. Com a idade, o desempenho das mitocôndrias piora. O resveratrol retarda e restringe esse processo.

👍 O resveratrol, através de diferentes processos fisiológicos, desempenha função anti-inflamatória.

👍 Alguns estudos sugerem que o resveratrol, ao inibir a síntese das tromboxanos, atua como anticoagulante. Pesquisas relatam também que o resveratrol atua inibindo a gênese de alguns tumores.’

👍 O resveratrol pode ajudar a diminuir os níveis do colesterol ruim (LDL) e aumentar os níveis do colesterol bom (HDL). O LDL é fator decisivo na evolução de um quadro aterosclerose, que causa a obstrução dos vasos sanguíneos. Assim, o resveratrol diminui risco de doenças cardiovasculares.

Além disso, ele atua na:

👍 Prevenção de doenças articulares;

👍 Aumenta a resistência de fibras colágenas;

👍 Prevenção da doença de Alzheimer.

👉 Principalmente devido às suas propriedades anti-envelhecimento, a indústria farmacêutica vem usando cada vez mais o resveratrol tanto em fórmulas para ingestão (suplementos alimentares) como para uso tópico (cremes), pois o princípio ativo promove a elasticidade e firmeza da pele.

📲 Recomendo para quem quiser ler mais a respeito: http://www.plantasmedicinaisefitoterapia.com/resveratrol.html