Óculos escuros vão além da estética e do conforto.

Slide14

Eles são muito mais do que acessórios de moda. São item fundamental para proteger os olhos e a pele ao redor deles. ATENÇÃO! Eles devem ter proteção UVA e UVB comprovada. E lembre-se: proteção da área dos olhos não é assunto só para o verão. Os óculos escuros são um artigo para o ano inteiro.

E, após procedimentos, cirúrgicos (por ex. blefaroplastia – a plástica de pálpebras) ou não-cirúrgicos (por ex., Botox, preenchimento), os cuidados devem ser redobrados e o uso disciplinado dos óculos escuros torna-se ainda mais imprescindível. Lembre: Hematomas (manchas roxas) se não protegidos do sol transformam-se em manchas escuras permanentes!

Siga o exemplo das estrelas. Una então o útil ao agradável: Escolha a armação da sua preferência. Capriche em lentes com proteção UVA e UVB. E arrase no look!

 

Fonte: http://www.acidadevotuporanga.com.br/variedades/2016/02/oculos-escuros-vao-alem-da-estetica-e-do-conforto-n28693

Botox

Slide12

A toxina botulínica tipo A, quando aplicada em pequenas doses, bloqueia a contração do músculo, suavizando com isso as linhas de expressão.

Indicação:

  • Tratamento das rugas faciais dinâmicas, aquelas provocadas por vícios de expressão, que aparecem quando os músculos da face estão em movimento.
  • As regiões mais beneficiadas pela técnica são as rugas da testa, glabela (linhas verticais acima do nariz, entre as sobrancelhas), rugas periorbitárias (pés de galinha) e qualquer ruga que se forme na região dos olhos. As rugas verticais que aparecem no limite dos lábios superiores, principalmente dos fumantes (o chamado código de barras), também podem ser tratadas com a toxina, mas geralmente exigem um procedimento complementar.
  • Tratamento da hiperidrose (suor excessivo), por ex. nas axilas e palmas das mãos.

Limitações:

  • Rugas estáticas, aquelas que aparecem mesmo quando o rosto está parado, podem até ser suavizadas, mas não eliminadas completamente. Boa opção nesses casos pode ser um preenchimento cutâneo. Um típico exemplo deste tipo de ruga que se beneficia mais com um preenchimento é o conhecido “bigode chinês” (sulco nasogeniano).
  • A toxina botulínica não atua na flacidez da pele. Ela apenas impede a contração muscular, que é o que forma a ruga. A flacidez precisa ser tratada com procedimentos que estimulem a produção de colágeno, como certos preenchedores faciais e laser.

Prazos:

Os efeitos começam por volta de 24 horas após a aplicação, alcançando seu pico mais ou menos uma semana após, e duram de 4 a 6 meses. O tempo de duração do efeito depende do tempo para a eliminação da toxina botulínica. Os fatores que influenciam na duração são a dose e a força muscular.
Após este período, ela pode ser reaplicada. Se for necessária alguma complementação, esta deverá ocorrer 20 dias após a aplicação.

Conciliação com outros procedimentos:

Botox é o único procedimento que atua no músculo. A complementação por meio de outros métodos que estimulam colágeno e a renovação celular é importante, mas não substitui a toxina botulínica. Ela tem a ação preventiva. Por paralisar rugas dinâmicas, ela previne o aparecimento de novas marcas da idade e a piora das já instaladas.

Contra-indicações:

  • Alergia à toxina botulínica e/ou à albumina (proteína do ovo);
  • Presença de infecção nos locais de aplicação;
  • Indivíduos que estejam fazendo uso de medicamentos que interferem na transmissão neuromuscular, como antibióticos aminoglicosídeos;
  • Pessoas com doenças autoimunes;
  • Gravidez e lactação.

Cuidados após a aplicação:

  • Evitar deitar-se por 4 horas após a aplicação;
  • Não praticar exercícios físicos após 24 horas da aplicação;
  • Evitar massagear as regiões aplicadas, assim não se deve aplicar cremes no rosto 24 horas após a aplicação. A massagem da região pode levar a dispersão do medicamento;
  • Deve-se contrair a musculatura da região tratada após aplicação com o objetivo de melhorar o bloqueio muscular.

Fonte: http://www.marcosgobbo.com.br/pt/14botox.html

Preenchimento Cutâneo

Slide11

O preenchimento cutâneo é um procedimento estético minimamente invasivo que pode ser realizado na face, pescoço, mãos entre outras regiões. Pode melhorar contornos e reduzir a profundidade de rugas.

Quando é válido?

  • Linhas profundas na testa e ao redor dos olhos, sobrancelhas e boca, incl. o conhecido “bigode chinês” (linhas nasolabiais);
  • Para alterar contorno de mandíbulas e lábios;
  • Para aumentar volume malar (bochechas);
  • Para reduzir profundidade de cicatrizes ou depressões na pele (por ex. por consequência de acne, lesão ou imperfeições congênitas);
  • Preferência por procedimentos de rejuvenescimento menos invasivos.

Prós

  • Procedimento rápido e descomplicado, realizado com anestésico tópico;
  • Resultados (quase) imediatos;
  • Não há necessidade de se ausentar de atividades diárias;
  • Resultados mais “sutis”.

Contras

  • Os resultados são temporários e requerem repetição de tempos em tempos.
  • Pessoas mais sensíveis podem reagir com edemas (inchaço) e hematomas (manchas roxas).

Tipos de preenchedor

  1. Preenchedores temporários:
    • Preenchedores à base de colágeno: perderam espaço após a chegada do ácido hialurônico.
    • Ácido hialurônico: promove volume e estimula a produção de colágeno. Dura normalmente de 6 a 12 meses. Mas há diferentes composições de produtos, algumas com maior durabilidade. Além disso, a duração também varia individualmente.
    • Hidroxiapatita de cálcio: sendo mais pesado e denso que o ácido hialurônico, é injetado num plano mais profundo, abaixo da pele. Dura em média de 12 a 18 meses.
  2. Preenchedores semi-permanentes: substâncias mais espessas, de maior durabilidade, como o ácido poli-L-lático, usado para tratar linhas mais profundas. Dura em média de 12 a 18 meses.
  3. Preenchedores permanentes: polimetilmetacrilato (PMMA), formado por microesferas não absorvíveis pelo organismo. É recomendado uso restrito a áreas de pele mais espessa, como o “bigode chinês”. Para a pele fina ao redor dos olhos, por exemplo, não é indicado. Este preenchimento é normalmente visível mesmo 5 anos ou mais após a aplicação.
  4. Atenção para as injeções de silicone! Totalmente contraindicadas, rejeitadas por órgãos de saúde (FDA, ANVISA), representando risco para o indivíduo!

Atenção!
Hematomas demandam cuidado especial – precisando muita proteção contra radiação solar para não se transformarem em manchas escurecidas permanentes. Abuse do filtro solar (alto FPS – mínimo 50, reaplicando de 3 em 3 horas), use chapéu e óculos escuros.

 Fonte: ASAPS (American Society of Aesthetic Plastic Surgery) – http://www.smartbeautyguide.com/procedures/injectables/fillers

Procedimentos estéticos durante a gravidez – Pode?…

Slide25

Não é nenhum segredo que a gravidez muda o corpo feminino, deixando seus “rastros”, por conta da flutuação de peso, hormônios entre outros fatores. Isso fragiliza emocionalmente certas mulheres, que buscam medidas extremas para recuperar a aparência anterior à gravidez.

Mesmo procedimentos comuns devem ser considerados com extrema cautela. As possibilidades de complicações em cirurgias plásticas comuns é pequena, mas real. A aplicação de injetáveis de qualquer tipo ou remédios que tenham efeitos hemodinâmicos, como a lidocaína, devem ser evitados em grávidas. E a literatura médica mostra que neurotoxinas (como o Botox) não são recomendáveis durante a gestação.

O que é aceitável de acordo com os padrões médicos são procedimentos suaves, tópicos no máximo, como uma exfoliação suave da pele com microabrasão ou um peeling químico leve. Mesmo assim são feitos com moderação para evitar reações hormonais como melasma (manchas escuras na região facial).

As próprias alterações hormonais ocorridas devido à gravidez podem ocasionar melasma. Por isso, durante sua gravidez, concentre-se ainda mais no uso correto de protetor solar para evitar ou amenizar este problema. APÓS a gravidez, o melasma pode ser tratado com laser, peeling químico ou outro procedimento (conforme cada caso).

O melhor conselho para grávidas é que mantenham o foco na saúde e no bom desenvolvimento do feto, como prioridade número um, e, adicionalmente, na sua estética global, “abraçando” a gravidez.

O ideal é postergar intervenções estéticas, quer cirúrgicas quer não-cirúrgicas, para DEPOIS da chegada da criança, que é quando o cirurgião plástico pode contribuir com segurança.

Certos procedimentos ainda têm restrições durante o período de amamentação.

Tudo isso é esclarecimento numa consulta médica, onde, com base na sua fase pós-parto bem como no procedimento que você deseja realizar, detalhes podem ser estabelecidos.

Fonte:

Laser CO2

Slide22

Laser CO2

O laser fracionado CO2 está entre o que há de mais moderno no mercado atual de laser. A tecnologia permite que o laser faça uma leitura da área a ser tratada, atuando apenas nos pontos que necessitam de tratamento, não agredindo a área ao redor, o que permite preservar o tecido e torna o tratamento menos agressivo do que os métodos tradicionais.

O mecanismo utilizado é o de disparo de feixes de luz que são absorvidos pelas moléculas de água da pele e a evaporação destas promove a cicatrização da área. Esse mecanismo estimula a renovação celular e a produção natural de colágeno, ao mesmo tempo em que diminui as cicatrizes traumáticas (por exemplo, de acne) e cirúrgicas (cicatrizes hipertróficas), reduz manchas na pele e atua de modo eficaz sobre rugas e estrias.

O laser fracionado CO2:

  • melhora a aparência e firmeza da pele como um todo, rejuvenescendo de forma rápida e natural, corrigindo rugas e fotoenvelhecimento, suavizando vincos e linhas de expressão, principalmente os localizados ao redor dos olhos e ao redor de lábios.
  • clareia e, muitas vezes, elimina manchas acastanhadas.
  • acelera a cicatrização.
  • remodela o colágeno, melhorando muito o aspecto de estrias, principalmente as de cor branca.

E, por atingir áreas mais profundas da pele, o resultado é mais duradouro e pode chegar a até 5 anos.

O tratamento pode ser um bom complemento para procedimentos como lifting, Botox ou preenchimentos. A aplicação pode ser na face completa ou restrita a determinadas regiões, como região periorbital (em torno dos olhos), perioral (em torno dos lábios), pescoço etc. ou em outras áreas, conforme o objetivo do tratamento.

Confira também as informações sobre laser fracionado CO2 nosso site.